!02-06-1912 - 02-06-2012!

sifap_100_anos

Registo reservado aos Associados

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5
Posição do Provedor de Justiça sobre a Deliberação do Infarmed PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por sifap   
Segunda, 07 Agosto 2017 08:41

Comunicado

Posição do Provedor de Justiça acerca do Regulamento aprovado pelo INFARMED sobre curso habilitante para o exercício de funções de coadjuvação na área farmacêutica

 

O SIFAP, recebeu ontem do Provedor de Justiça ofício transmitindo a sua posição final relativamente ao teor do Regulamento aprovado pelo INFARMED, com vista a regular a formação profissional para  o exercício de funções de coadjuvação na área farmacêutica, nos termos e para os efeitos do disposto no n.º 2 do artigo 24.º do regime jurídico das farmácias de oficina, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 307/2007, de 31 de agosto na sua atual redação, na sequência das preocupações que o SIFAP, havia transmitido ao Provedor da Justiça acerca do projeto de Regulamento que fora submetido para sua apreciação pelo INFARMED, em junho de 2016.

Naquele ofício o Provedor de Justiça considera “… superadas as legítimas preocupações suscitadas a respeito da proposta de conformação normativa então divulgada, assim se considerando terminada a intervenção deste órgão do Estado.”

Comentando aquela posição do Provedor de Justiça não podemos deixar de reafirmar, como anteriormente já foi por nós transmitido aos associados do SIFAP,  que o SIFAP,  não ficou totalmente satisfeito com o Regulamento aprovado, ainda que o mesmo  reflita a correção dos aspetos mais importantes que geravam as preocupações então transmitidas ao Senhor Provedor de Justiça.


Todavia, como é timbre do SIFAP, não deixaremos de continuar a insistir e bater-nos por que exista, se não mais claramente refletida no Regulamento, pelo menos tratada de forma muito objetiva e rigorosa nas atividades inspetivas do INFARMED, uma clara distinção entre o conteúdo funcional da profissão de Técnico de Farmácia e o dos novos profissionais previstos no Regulamento aprovado pelo INFARMED, nomeadamente, assumindo-se que estará vedada a estes últimos a dispensa autónoma, de medicamentos  sujeitos a receita médica.

E, por outro lado, continuaremos a bater-nos pela criação de mecanismos e instrumentos de controlo e sancionatórios, que dote de um mínimo de eficácia, no que concerne ao acesso e permanência na nova profissão regulada no Regulamento aprovado pelo INFARMED, de forma a garantir a priori que só quem possuir essa formação trabalhe nas farmácias, obrigando, por exemplo, a um registo desses profissionais no INFARMED, com entrega de cópia do respetivo diploma de formação habilitante, matéria em que o atual Regulamento é omisso.

Resposta do Sr. Provedor de Justiça.

A DIREÇÃO
Actualizado em Terça, 19 Setembro 2017 12:11
 

Destaque

Previous Seguinte
  • 1
  • 2
  • 3
Horário dos Serviços Horário dos Serviços Horário de Funcionamentos dos Serviços Administrativos Segunda a Sexta - Feira 09:00 às 18:00 Aberto à hora de almoço Ler mais
Cartão de Identificação Cartão de Identificação Cartão de Identificação Profissional Uso obrigatório, conforme Artigo 32º do Decreto-Lei 307/2007 e Claúsula 6ª do C.C.T. / Farmácias Ler mais
Cursos para Técnicos de Farmácia Cursos para Técnicos de Farmácia Lista das Escolas para Técnicos de Farmácia Reconhecidos pelos Ministérios da Saúde e Trabalho Ler mais
Copyright © 2017 Sifap-Sindicato Nacional dos Profissionais de Farmácia e Paramédicos. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por

EISnt Lda.

RocketTheme Joomla Templates